Repercussões da personalidade no envelhecimento: norteadores do desenvolvimento humano
Acesso Restrito PDF

Palavras-chave

Personalidade
Envelhecimento
Qualidade de vida

Como Citar

Tierno, P. C. L., Ogassavara, D., Ferreira-Costa, J., Tertuliano, I. W., Bartholomeu, D., Silva-Ferreira, T. da, … Montiel, J. M. (2023). Repercussões da personalidade no envelhecimento: norteadores do desenvolvimento humano. Lifestyle Journal, 10(00), e1584. https://doi.org/10.19141/2237-3756.lifestyle.v10.n00.pe1584

Resumo

A velhice é um estágio do desenvolvimento humano marcado por mudanças anatômicas, fisiológicas e cognitivas, influenciadas por fatores ambientais e pela interação pregressa do indivíduo. Além disso, a personalidade, definida pelos Cinco Grandes Fatores, desempenha um papel importante na forma como os idosos enfrentam essas transformações e interagem com o ambiente. Este estudo teve como objetivo discutir aspectos da personalidade da pessoa idosa, com base no processo de envelhecer. Para tal, foi realizada uma revisão narrativa da literatura utilizando os descritores “envelhecimento” e “personalidade” nas bases de dados SciELO, PubMed e Google Acadêmico. Foi possível identificar que os traços de personalidade estão associados a comportamentos, sentimentos, motivações e saúde mental, destacando-se a relação entre neuroticismo e sintomatologia depressiva. Estudos evidenciam diferenças de gênero na expressão dos traços, bem como sua influência no funcionamento cognitivo e nas decisões financeiras. Além disso, intervenções cognitivas demonstraram que menores níveis de neuroticismo e extroversão podem promover estabilidade e melhora nos resultados. A resiliência psicológica emerge como um fator protetor no envelhecimento, associada a melhor autoestima, funcionalidade física e independência, destacando a importância de abordagens interdisciplinares para promover o bem-estar dos idosos.

https://doi.org/10.19141/2237-3756.lifestyle.v10.n00.pe1584
Acesso Restrito PDF

Referências

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION — APA. Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais: DSM-5. 5⁠ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2014.

BECKERT, Michele; IRIGARAY, Tatiana Quarti; TRENTINI, Clarissa Marceli. Qualidade de vida, cognição e desempenho nas funções executivas de idosos. Estudos de Psicologia (Campinas), v. 29, p. 155–162, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0103-166X2012000200001

BOBBIO, Norberto. O tempo da memória. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1997.

BOOTH, Jane E. et al. Five-factor personality dimensions, mood states, and cognitive performance in older adults. Journal of Clinical and Experimental Neuropsychology, v. 28, n. 5, p. 676–683, 2006. Disponível em: 10.1080/13803390590954209

CAMPOS, Luiz Fernando de Lara. Métodos e técnicas de pesquisa em psicologia. 6. ed. Alínea, 2019.

CASARIN, Sidnéia Tessmer et al. Tipos de revisão de literatura: considerações das editoras do Journal of Nursing and Health. Journal of Nursing and Health, v. 10, n. 5, 2020.

CASTILHO, Rodrigo Barbosa de; PILATI, Ronaldo. Traços de personalidade como preditores da percepção de futuro da aposentadoria. Revista Psicologia, Organizações e Trabalho, v. 21, n. 1, p. 1414–1419, 2021. Disponível em: https://dx.doi.org/10.5935/rpot/2021.1.19498

COSTA, Milena Silva et al. Práticas interdisciplinares na promoção da saúde da pessoa idosa. Revista Enfermagem UERJ, v. 23, n. 6, p. 773–779, 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.12957/reuerj.2015.21628

BARTHOLOMEU, Daniel. Traços de personalidade e comportamentos de risco no trânsito: Um estudo correlacional. Psicologia Argumento, v. 26, n. 54, p. 193–206, 2008.

DARDENGO, Cassia Figueiredo Rossi; MAFRA, Simone Caldas Tavares. Os conceitos de velhice e envelhecimento ao longo do tempo: contradição ou adaptação? Revista de ciências humanas, n. 2, 2018.

FONTES, Arlete Portella et al. Resiliência psicológica: fator de proteção para idosos no contexto ambulatorial. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 18, p. 7-17, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1809-9823.2015.13201

GONZATTI, Valéria. Fatores de personalidade, funcionamento cognitivo e sintomas de depressão em idosos. 2015. Dissertação (Mestrado em Psicologia) — Porto Alegre: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. 2015.

HILL, Nikki L. et al. Personality as a moderator of cognitive stimulation in older adults at high risk for cognitive decline. Research in Gerontological Nursing, v. 7, n. 4, p. 159–170, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.3928/19404921-20140311-01

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA — IBGE. Projeção da população do Brasil e das Unidades da Federação. 2023. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/apps/populacao/projecao/

LOURENÇO, Sara Tatiana Ferreira. Influência da autopercepção do envelhecimento e dos traços de personalidade na sintomatologia depressiva em idosos. 2012. Dissertação (Mestrado Integrado em Psicologia) — Lisboa: Universidade de Lisboa. 2012.

MACENA, Wagner Gonçalves; HERMANO, Lays Oliveira; COSTA, Tainah Cardoso. Alterações fisiológicas decorrentes do envelhecimento. Revista Mosaicum, v. 15, n. 27, p. 223-238, 2018. Disponível em: 10.26893/RM.v14n27.223-236

OGASSAVARA, Dante et al. Concepções e interlocuções das revisões de literatura narrativa: contribuições e aplicabilidade. Ensino & Pesquisa, v. 21, n. 3, p. 8-21, 2023. Disponível em: https://doi.org/10.33871/23594381.2023.21.3.7646

PEREIRA, Telmo. A função cognitiva no envelhecimento. Coimbra: Instituto Politécnico de Coimbra IPC | Inovar Para Crescer, 2019.

SILVA-FERREIRA, Thais et al. Interdisciplinaridade e Envelhecimento: Premissas, Conceitos e Indagações. Interfaces Científicas-Humanas e Sociais, v. 10, n. 1, p. 572-583, 2023. Disponível em: 10.17564/2316-3801.2023v10n1p572-583

SOUSA, Caio Diogo Santana; CHARIGLIONE, Isabelle Patriciá Freitas Soares. Personalidade e cognição: um estudo em idosas brasileiras. Psi UNISC, v. 5, n. 1, p. 82-95, 2021.

THOMAS, Caroline Venzon; CASTRO, Elisa Kern. Personalidade, comportamentos de saúde e adesão ao tratamento a partir do modelo dos cinco grandes fatores: uma revisão de literatura. Psicologia, Saúde e Doenças, v. 13, n. 1, p. 100–109, 2012.

TOMÁS, Rita Antunes et al. Adaptação pessoal e emocional em contexto universitário: O contributo da personalidade, suporte social e inteligência emocional. Revista Portuguesa de Pedagogia, p. 87–107, 2014.

TULANDI, Togas; SUARTHANA, Eva. Narrative Reviews, Systematic Reviews, and Scoping Reviews. Journal of obstetrics and gynaecology Canada: JOGC Journal d'obstetrique et gynecologie du Canada, v. 43, n. 12, p. 1355-1356, 2021.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2024 Patricia Costa Lima Tierno, Dante Ogassavara, Jeniffer Ferreira-Costa, Ivan Wallan Tertuliano, Daniel Bartholomeu, Thais da Silva-Ferreira, Amanda Azevedo de Carvalho, José Maria Montiel

Downloads

Não há dados estatísticos.